NE Notícias

Aliada do prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo (PP), a candidata a vereadora Pastora Sheila, do Progressistas, mesmo partido do prefeito, foi flagrada detalhando como funciona o esquema irregular de distribuição das cestas básicas, numa clara compra de votos, e de dinheiro a ser entregue a lideranças políticas em troca de apoio.

No vídeo, Pastora Sheila afirma que candidatos aliados de Padre Inaldo entregam uma lista ao CRAS com nomes de quem deve ser beneficiado com cestas básicas. “Eu vou lá e entrego a lista. Como é o meu pessoal, eu vou lá e entrego a lista. Aí eles aceitam a lista, entendeu? Cada vereador leva uma lista, aí eles vão entregando”, detalhou a candidata.

A Pastora afirma ainda que a doação de cesta básica é definida pelo próprio prefeito Padre Inaldo. Ou seja, sem o relatório social da situação das famílias, como determina a lei. “É ele mesmo! Ele não pode entregar cesta básica porque é política. Aí ele manda o CRAS entregar, é ele que libera! Entendeu? Aí agora essa… do meu pessoal, pensei que você tivesse colocado nessa última lista”, reforça, confirmando um crime eleitoral que pode gerar cassação de mandato.

A candidata também detalha como será liberado o dinheiro para as lideranças. “Ele vai liberar, vai liberar para mim. Aí é meu, para a campanha! Aí o que vou fazer? Vou dar um pouquinho, um pouquinho a cada liderança minha que tiver trabalhando. Eu falei bem explicado na reunião. Eu falei: gente, oh, precisa trabalhar. Porque não adianta eu deixar de ajudar uma pessoa que está trabalhando para (ajudar) outra que está. (…) Só precisa sair de casa agora com os santinhos”.