NE Notícias

Do dia 8 de outubro até aqui, o município de Lagarto teve a divulgação de três pesquisas eleitorais do Instituto de Pesquisa do Nordeste. Fábio Reis, do MDB, foi o candidato que mais cresceu e lidera do início de outubro até essa fase final de campanha. Veja abaixo a evolução de cada candidato.

Fábio, na pesquisa divulgada dia 8 de outubro, tinha 35,35%. Cresceu dois pontos na semana seguinte, dia 17, indo a 37,88% e após realizar sua carreata no domingo, dia 18, registrou grande crescimento, indo a 40,13%, pesquisa divulgada no último dia 24. De lá até aqui obteve crescimento de 5 pontos percentuais.

Mohamed Hassan / Pixabay

Já Hilda Ribeiro, esposa do deputado federal Gustinho Ribeiro e atual prefeita, apesar de ter saído de 21,64% na primeira e ido a 26,50% na última, viu distancia a possibilidade reeleição, já que a diferença dela para o primeiro colocado, Fábio Reis, aumentou para 14 pontos percentuais, ou seja, ao passo que está chegando perto o dia de votar, a distância está aumentando e deixando seus eleitores desacreditados.

Ibrain de Valmir foi o candidato que apresentou pequena queda, saindo de 12,50% para 10,34%. Nininho da Bolo Bom teve 3,82%, depois 2,38% e depois 2,26%. Jorge Prata começou com 0,47% e hoje tem 0,19%. Não sabe ou não respondeu era 19,31% na primeira pesquisa e representa agora 14,57%. Nulos hoje somam 4,61% e brancos 1,41%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pesquisa dia 8 de outubro de 2020: registrada como SE-09023/2020 e realizada pelo Instituto INOR entre os dias 29 e 30 de setembro, com 1052 entrevistados e margem de erro de 3% e intervalo de confiança de 95%.

Pesquisa dia 17 de outubro de 2020: registrada como SE-04601/2020 e realizada pelo Instituto INOR entre os dias 12 e 15 de outubro de 2020, com 800 entrevistados e margem de erro de 3,45% e intervalo de confiança de 95%.

Pesquisa dia 24 de outubro de 2020: registrada como SE-03176/2020 e realizada pelo Instituto INOR entre os dias 19 e 23 de outubro de 2020, com 1052 entrevistados e margem de erro de 3% e intervalo de confiança de 95%.