Xodó News

“André Moura é o mais habilidoso dos políticos de Sergipe. Prova disso é que ao assumir a Casa Civil do Rio de Janeiro, ele ganhou mais visibilidade do que o governador Wilson Witzel”, a fala é do deputado estadual e radialista sergipano, Gilmar Carvalho que concedeu entrevista ao Jornal da Xodó.

Na ocasião, deixando claro sua mágoa com a Executiva Estadual do PSC (André Moura e Clóvis Silveira), Gilmar voltou a criticar a postura da legenda que decidiu apoiar a reeleição de Edvaldo Nogueira. ” Não fui candidato a prefeito de Aracaju porque o PSC se amarrou à Prefeitura de Aracaju. Pela primeira vez na história mundial um partido abriu mão de uma possível vitória para se entregar pelo poder”, lamentou.

Rafael Almeida / Assessoria

Questionado pelos âncoras Mary Rodrigues e Eduardo Carvalho sobre qual cargo disputará em 2022, o atual parlamentar disse que “será candidato ao que Deus quiser”. “Só aceito projeto em que eu possa participar do comando”, afirmou.

Gilmar lembrou que participou da candidatura de Marcelo Déda (PT) a governador quando ainda era prefeito de Aracaju e da definição do nome de Belivaldo Chagas, no PSB, a vice do petista.

Perguntado pelos impactos que a saída da Ford podem trazer para Sergipe, Gilmar disse que irá procurar saber quais empresas recebem incentivos em Sergipe. “Vou procurar saber quantas empresas têm incentivos e quais as garantias oferecidas, tudo isso por meio da Lei de Acesso à Informação, tendo em vista, que a Assembleia Legislativa, inclusive a oposição, se comporta como uma extensão do governo”, encerrou.