Rede Sustentabilidade-SE

A Rede Sustentabilidade deve apresentar os seus pré-candidatos a vereador em Aracaju no início de agosto. A informação é do pré-candidato a prefeito, Henri Clay Andrade, que realizou o anúncio na manhã de hoje (23/07), durante entrevista ao radialista André Barros, na Nova Brasil FM (93,5). Também a partir do próximo mês o partido pretende começar a discutir alianças para as eleições municipais deste ano.

Rede Sustentabilidade

“De abril até agora estamos organizando os diretórios. Em julho organizamos a chapa, que vai contar com 36 pré-candidatos e a partir de agosto vamos discutir coligação com os partidos que temos afinidade ideológica, buscando a viabilidade política de uma candidatura a prefeito, que deve ser homologada até o dia 16 de setembro, que é o prazo final para as convenções. Uma futura candidatura majoritária em Aracaju é prioridade nacional do partido”, destacou Henri Clay

O presidente da Rede em Sergipe ainda afirmou que a formação de chapa completa pré-candidatos à Câmara de Vereadores revela ousadia e força, e que vai surpreender pela qualidade e competitividade. “Em Aracaju já vamos lançar uma chapa de vereadores com 36 nomes, número máximo de candidatos que um partido pode registrar. E vamos surpreender, pela qualidade e densidade eleitoral, pode anotar aí. São nomes representativos. Estamos unidos e entusiasmados. Vamos apresentar para a sociedade um programa de ações sociais e administrativas que vai conquistar corações e mentes, porque são necessárias, urgentes e ideais”, ressaltou HC, desta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre a política de alianças, Henri Clay respondeu a questionamento feito por André Barros e deixou claro que a Rede Sustentabilidade em Sergipe não irá dialogar qualquer partido, mas demonstrou disponibilidade para o diálogo com o campo democrático, popular e progressista. Temos que manter a coerência e procurar uma aliança com partidos que tenham afinidades e convergências políticas. Ele ainda citou que no Congresso Nacional os parlamentares da Rede Sustentabilidade atuam em bloco com demais partidos de oposição ao governo Bolsonaro, principalmente com o PSOL, PSB, PCdoB, PDT, PT, e PV. Esse bloco costuma votar de forma idêntica em diversas matérias.