NE Notícias

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Depois que fez a acusação ao Presidente Jair Bolsonaro de querer interferir em investigações da Polícia Federal e deixar o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro passou a perder no ranking digital para o chefe do Executivo, seu ex-chefe.

Segundo consultoria de dados Quaest, depois da saída o ex-ministro e ex-juiz perdeu mais de 50% da influência que tinha quando estava no governo.

O IPD (Índice de Popularidade Digital), com pontuação de 0 a 100, leva em conta dados diários do Twitter, Facebook e Instagram, além de YouTube, Google e Wikipédia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

À Folha de São Paulo, Felipe Nunes, CEO da Quaest, disse que Sergio Moro perdeu sem os holofotes:

“Moro saiu dos holofotes e terá dificuldade de se manter em evidência sem cargo, sem uma função pública.”

Felipe Nunes, CEO da Quaest