NE Notícias

Uma mulher de 42 anos, com coronavírus, foi obrigada pela Justiça a usar tornozeleira eletrônica porque ela descumpriu o isolamento social em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

A Justiça decretou a prisão domiciliar da mulher. A tornozeleira foi instalada na presença de policiais e agentes de saúde, na casa da infectada.

“Foi a forma que encontramos para evitar que essa pessoa faça de novo o que ela já fez duas vezes aqui em Ponta Porã. Não iremos permitir que isso ocorra de novo. Nós passamos o domingo procurando ela, fomos em vários endereços e não encontramos. Recebemos informação de que ela estaria no centro da cidade, ou até cruzado a fronteira, estamos empenhados nesse caso” disse o secretário de Saúde de Ponta Porã, Patrick Derzi.