Assessoria

Lula participou na manhã desta quinta-feira de uma entrevista (acima) no site UOL onde respondeu a questões políticas, jurídicas e sobre o que espera das eleições em 2022. 

Em uma hora e meia de entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou com sinceridade sobre como se sente depois de ter acesso às mensagens da operação Lava Jato.

Não sei qual será a decisão da Suprema Corte. O que sei é que sou refém de uma mentira inventada pela quadrilha de Curitiba. E espero que eles tomem a decisão de anular todas as mentiras contra mim. O que reivindicamos é um julgamento justo”.

Falou Lula sobre a necessidade de que a justiça prevaleça

E completou:

Eu sou refém da maior mentira contada na história desse país”.

Lula

As palavras do ex-presidente provocaram interações nas redes sociais pela forma direta como o ex-presidente expressou a verdade.

YouTube/Reprodução

O senador Rogério Carvalho (PT/SE), assim que terminou a entrevista que aconteceu nesta quinta (18), manifestou apoio às declarações do líder petista.

O ex-presidente Lula foi questionado também sobre o impeachment do Bolsonaro. Ele revelou que acredita que se não aconteceu até hoje, não vai haver mais.

Eu não quero o impeachment do Bolsonaro porque não gosto dele. E sim, porque ele já cometeu vários crimes, sobretudo na questão da vacina. Mas sinceramente, não acho que vão conseguir colocar o impeachment com Lira, se não conseguiram com o Maia. Não acho que há tempo. ”

Lula

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre a possibilidade de o Lula ser o candidato do PT à presidência da República em 2022, ele disse que só estará na disputa com uma condição:

Para que eu seja presidente da República, é preciso que haja uma razão maior para que eu possa ser candidato. Eu tenho certeza que se for necessário para derrotar o tal do bolsonarismo, não tenha dúvida nenhuma que eu me colocarei à disposição. ”

Mas também elogia o posicionamento recente do petista Fernando Haddad.

O Haddad é um nome extraordinário. Não tem ninguém melhor que o Haddad. Ele tem o passaporte de 47 milhões de votos no Brasil. E merece muito respeito.

Lula confessa que mesmo que viva por vários anos, ele não vai desistir de provar de que quem o chamou de corrupto e ladrão é quem são os verdadeiros corruptos e ladrões.

Meu sonho é que eu seja inocentado, e a turma da Lava seja exonerada e alguns presos. Eu resolvi enfrenta-los!