IBGE

Começa nesta sexta-feira (3) a devolução da taxa de inscrição aos candidatos do processo seletivo simplificado (PSS) do Censo 2021, cancelado em outubro.

O IBGE também recebeu, hoje, autorização oficial para realizar o novo PSS que vai selecionar em todo o Brasil mais de 206 mil candidatos para o Censo 2022.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) — Tânia Rêgo/Agência Brasil

O pedido de reembolso deve ser feito pelo candidato no Portal do IBGE, e o valor será restituído em até 40 dias após a solicitação. A orientação vale também para ressarcimento aos inscritos no PSS do Censo 2020.

O depósito só será realizado em conta corrente em nome e CPF do candidato. Não será feito depósito em conta poupança, conta salário, conta conjunta ou contas de terceiros. O CPF também deve estar em situação regular junto à Receita Federal.

As inscrições para os processos seletivos de 2020 e 2021 não serão válidas para o novo PSS do Censo 2022.

— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE —

Veja o passo a passo para receber o dinheiro de volta

– Acessar o Portal do IBGE;

– Informar o CPF e os quatro últimos dígitos do número de celular ou o e-mail cadastrados no ato na inscrição;

– Preencher os dados da conta corrente de que é titular (banco, números da agência e da conta).

– Anotar o protocolo que será gerado para acompanhar a solicitação.

Quem não tem conta corrente poderá sacar o valor da taxa de inscrição, a partir de 17 de janeiro, no Banco do Brasil. Para isso, deverá acessar o site do IBGE e solicitar a ordem bancária de pagamento. Somente depois disso, o solicitante poderá se dirigir às agências do Banco do Brasil para receber o dinheiro.