IBGE

O IBGE abre hoje (24) mais um processo seletivo simplificado complementar (PSS) para a contratação temporária de profissionais que trabalharão no Censo 2022. São 133 vagas para agente censitário de administração e informática (ACAI), distribuídas em 114 municípios, em 14 estados. As inscrições se encerram no dia 31 de maio e devem ser realizadas de forma online, enviando formulário de inscrição para o endereço da unidade estadual correspondente à vaga, sem cobrança de taxa.

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Com exigência de ensino médio completo, a remuneração mensal oferecida é de R$ 1.700, mais auxílio-alimentação e auxílio-transporte. Entre as atribuições do ACAI, estão: adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de recenseadores; colaborar na organização e na administração dos postos de coleta, incluindo o auxílio na instalação e configuração de equipamentos de informática dos postos e das subáreas.

A previsão de duração do contrato é de até cinco meses, podendo ser prorrogado. A jornada de trabalho será 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Dentre as 133 vagas, 14 são para Pessoas Pretas ou Pardas (PPP) e 3 para Pessoas com Deficiência (PcD).

— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE —

Como se inscrever

Para fazer a inscrição, o candidato deve preencher, pela internet, o formulário de inscrição e enviá-lo para o e-mail da unidade estadual do IBGE que abrange a localidade da vaga. Junto ao formulário, o candidato deve anexar as cópias da sua documentação (identidade e titulação acadêmica). A análise dos títulos será classificatória.

Mais informações e orientações sobre os processos seletivos – como editais, inscrição, resultado da análise de títulos e resultado final – estão no Portal do IBGE.

Processo complementar

A abertura do PSS complementar é uma forma de continuar a seleção iniciada por meio do edital nº 08/2021, especificamente visando suprir as vagas das localidades que tiveram a listagem de candidatos aprovados esgotadas e que tenham vagas disponíveis.

As contratações serão efetuadas nos termos da Lei 8.745, que permite a admissão de pessoal por tempo determinado a fim de atender a necessidade temporária de excepcional interesse público.