Chapa 2 / Assessoria

Nesta quinta-feira, 11, o sistema Atalaia de Comunicação realizaria um debate com os candidatos à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Sergipe. Através da assessoria, o atual presidente da seccional, Inácio Krauss, informou que não poderia comparecer pois teria uma agenda de campanha às 6h10 da manhã. A recusa de Inácio transformou o debate em uma entrevista com o candidato da oposição, Danniel Costa, que utilizou o espaço concedido pela TV Atalaia e Nova Brasil FM para apresentar as propostas da Chapa 2.

Danniel Costa, que utilizou o espaço concedido pela TV Atalaia e Nova Brasil FM para apresentar as propostas da Chapa 2

“Por respeito à advocacia sergipana, respondi todas as perguntas e destaquei as principais propostas da nossa chapa para os próximos três anos. O nosso compromisso é atuar com coragem em defesa da advocacia. É por isso que não irei me omitir nunca. Iremos acabar com essa velha política da OAB e mostrar que é possível fazer uma gestão verdadeiramente representativa em favor da classe e da sociedade”, afirma Danniel Costa.

Questionado sobre a defesa das prerrogativas da advocacia, uma das funções precípuas da OAB, o candidato ressaltou que a sua gestão irá além do ato público de desagravo. “Não adianta apenas desagravar, especialmente da forma que está sendo feito pela atual gestão, por meio de rede social ou debaixo de chuva. Por isso, iremos profissionalizar a comissão de defesa das prerrogativas com advogados e advogadas contratadas. Só assim conseguiremos prevenir novas violações e resgatar o respeito da OAB perante as autoridades”, pontuou Danniel.

Outro ponto abordado durante a entrevista foi a situação da advocacia que milita no interior e está sofrendo com a falta de assistência da instituição. “Percorri vários municípios do estado e não achei um só estabelecimento, fora de Aracaju, que fosse conveniado a CAASE. Eventos e cursos, quase nada chega ao interior”, lamentou o candidato, complementando.

— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE —

“Em nossa gestão, a diretoria da OAB estará nas regionais periodicamente. Nossa classe merece mais e trabalharemos por isso levando eventos da CAASE, cursos da ESA e regionalizando as comissões temáticas”, assegurou Danniel.

O candidato da Chapa 2 também garantiu que irá agir com firmeza em prol dos advogados e advogadas que atuam como dativos. “A advocacia dativa é uma porta de entrada na profissão e essa oportunidade precisa ser acompanhada pela OAB de forma muito cuidadosa. O que escutamos são relatos de advogados que dormiram na porta do Fórum para colocar o nome na lista de dativos ou que receberam R$ 200,00 por sua atuação no processo. A OAB precisa assumir o seu papel e defender a advocacia. E nós iremos buscar a padronização dos editais e dos honorários advocatícios, além de regulamentar os critérios de inscrição na lista de dativos e criar um Portal da Advocacia Dativa”, detalhou.

As eleições para a OAB-SE acontecem na próxima terça-feira, 16, das 10h às 18h, com votação em cinco municípios do interior e na capital na sede da instituição.