NE Notícias

Em áudios que circulam no WhatsApp, o ex-prefeito de Rosário do Catete, Laércio Passos, afirma que é de conhecimento de todos a existência de um esquema de lavagem de dinheiro no município, localizado na leste sergipano. Laércio, que também é pré-candidato a prefeito pelo PT, cita até uma reunião com o governador Belivaldo Chagas e o secretário de Segurança Pública, João Eloy.

Laércio Passos / Divulgação

“Essa semana tive uma reunião com o governador e o secretário de Segurança. Eles me falaram dessa operação em Alagoas. E eu questionei: “Se teve em Alagoas, porque não tem em Sergipe?” Todo mundo já está sabendo que tem lavagem de dinheiro em Rosário”, disse Láercio. 

Analisando a fala do ex-prefeito, é possível notar uma insatisfação com a postura do Governo. Afinal, ao dizer que há um prática criminosa ocorrendo sob os olhos de todos enquanto o Estado não faz nada, Láercio faz uma acusação grave e mostra um descontentando com o trabalho de Belivaldo, que é seu aliado político e em quem ele declarou ter votado. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No áudio seguinte, Láercio tenta convencer alguém a divulgar uma notícia, possivelmente envolvendo o mesmo assunto. “O que mandei para você foi de uma matéria publicada na imprensa. Você não está inventando. O que é crime é inventar. O que der pra você, dá para mim”, enfatizou.

Como a matéria referenciada por Láercio Passos não foi divulgada junto com os áudios, fica a dúvida em relação a veracidade das informações presentes nela e se há, de fato, indícios de atos ilícitos sendo praticados em Rosário do Catete.