NE Notícias

O ex-deputado federal, presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e pré-candidato a prefeito de Aracaju, Valadares Filho, participou na noite desta segunda-feira (07) de uma entrevista através de live em uma plataforma digital e afirmou que está construindo uma nova pré-candidatura para concorrer às eleições municipais de Aracaju.

Assessoria / Arquivo

Para Valadares, as diversas denúncias apresentadas durante o debate eleitoral de 2016 estão sendo comprovadas agora. “Em 2016, quando tive 49% dos votos, denunciei que essa gestão não sabia onde queria chegar, sobre conchavos com os partidos políticos. Hoje vemos que os acordões feitos por esse grupo inchado têm acabado com a administração pública de Aracaju. É uma administração entregue a um sistema político que está fazendo com que os aracajuanos paguem uma conta muito alta”, apontou.

De acordo com o pré-candidato a atual gestão não tem liderado as ações no combate à pandemia e está sendo omissa. “Há uma inversão de valores em relação aos gastos da pandemia. Essa gestão não consegue fazer um planejamento para a construção de um hospital de campanha, e hoje vemos acontecer uma operação da Polícia Federal que investiga desvios de recursos. Não existe um programa social desenvolvido pela gestão municipal com recursos próprios. Esse sistema está falido, é uma administração da propaganda, que só trabalha com marketing e não cuida das pessoas”, denunciou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Questionado por alguns espectadores sobre as razões de colocar seu nome novamente à disposição para a disputa pela Prefeitura de Aracaju, Valadares Filho esclareceu que sua vida pública não tem sido fácil. “É uma luta permanente. Escuto de amigos, parentes e até de aliados políticos se não seria melhor dar um passo para trás agora para dar dois passos mais à frente, preservar meu nome. Entendo que não existem derrotas nem vitórias permanentes, aquele que imagina que a vida pública é um mar de rosas, nem entre. É muito importante o político passar por todas as fases, ganha mais experiência e corrige erros do passado. Desde 2016 estou combatendo um grupo político que não quer largar o poder. O objetivo sempre é vencer, mas não penso apenas no resultado e estou muito animado com a pré-campanha”.