NE Notícias

Embora digam que estão preocupados apenas com a pandemia, políticos mentem descaradamente, não todos, evidentemente: andam, desandam, conversam e desconversam apenas sobre as eleições de 2022.

Quem não conversa sobre as eleições do ano que vem, desenham na imaginação quadros que vislumbram ou querem que se concretizem.

TSE / Reprodução

Entre os governistas, apenas o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) diz a verdade sobre o que pretende: articula candidatura a governador.

No grupo, mentem os que dizem que não serão candidatos “em hipótese alguma”. Podem não disputar o governo, mas pensam apenas nisso.

Por ser ele (Mitidieri) apenas o que tem dito a verdade publicamente, não quer dizer que seja o melhor, nem o pior.

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Ulices Andrade quer ser candidato.

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) não esconde de ninguém sua pretensão, nem mesmo em declarações públicas, mas tem, embora não se reconheça em público, como principal adversário, o governador Belivaldo Chagas (PSD).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O governador Belivaldo Chagas (PSD), na política, pensa apenas em duas coisas: julgamento no Tribunal Superior Eleitoral de seu recurso e nas eleições de 2022.

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) somente não vai ser candidato a governador ano que vem se Deus não permitir, mas, inteligentemente, cozinha a paciência do governador Belivaldo Chagas, com quem vai romper, mas no momento que julgar conveniente. Preferencialmente, espera que o rompimento parta do governador a partir do momento em que diga o nome de seu preferido para a disputa.

Baratas tontas estão todos aqueles que pensam que contam com o mesmo potencial eleitoral de 2018 e grupo que teima em seguir sozinho na oposição.