ASN

O gerente de projetos da área de tecnologia Daniel Brito Santos, 25 anos, chegou cedo à Unidade Básica de Saúde (UBS) do conjunto Augusto Franco, em Aracaju, para tomar a segunda dose da vacina Coronavac. Aproveitou o sábado e a oportunidade da repescagem para concluir o seu processo de imunização contra o novo coronavírus, o que não havia sido possível no tempo regular, já que uma viagem a trabalho o tirou da rota da vacinação.

“Estava preocupado e aguardando pela oportunidade da repescagem porque na família eu era o único a não estar completamente imunizado. Estou feliz que esse dia tenha chegado”, disse o rapaz. Na UBS do Augusto Franco 15 profissionais, entre eles oito vacinadores, foram mobilizados para o Dia “D”, segundo informou o gerente da unidade, Denilson Marques de Oliveira, salientando a boa adesão dos usuários à repescagem.

Unidade Básica de Saúde (UBS) – Flávia Pacheco/SES

Em todo o Estado, dezenas de pessoas foram às Unidades Básicas de Saúde para tomar a dose da vacina que faltava ou receber a primeira dose do imunizante, já que os 75 municípios sergipanos aderiram à mobilização deste sábado. Na Barra dos Coqueiros, nas primeiras horas da manhã cerca de 40 pessoas havia tomado a vacina, segundo estimou a responsável pelo Dia “D”, enfermeira Ingrid Rocha Barbarino, acreditando na perspectiva de que os números poderão melhorar no decorrer do dia.

Em uma iniciativa que valeu a vacinação de 120 pessoas que moram na zona rural, o município de Porto da Folha antecipou o Dia “D” para a sexta-feira, 24. “Por entendermos que as pessoas do campo estariam inviabilizadas de virem à sede do município nesta sábado, uma vez que não temos transporte para os povoados nos fins de semana, resolvemos ampliar a repescagem, realizando o Dia “D” na sexta-feira para alcançarmos a público da zona rural, e também no dia de hoje, mais focados na população da sede”, explicou a coordenadora de Imunização de Porto da Folha, Ayrla Ramathila Lima de Souza.

Em Poço Redondo a expectativa de um bom público no início da manhã, horário que geralmente registra maior demanda de interessados, foi adiada por conta do tempo fechado, segundo informou o coordenador de Vigilância Epidemiológica do município. “Tivemos poucas pessoas neste início de manhã por causa da chuva, mas acreditamos que ao longo do dia teremos uma boa presença de usuários”, apostou.

— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE —

No município de Tomar do Geru o movimento foi bem tranquilo e, segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde do território, Neidiana de Jesus Dantas, cerca de 55 pessoas receberam a primeira e segunda dose da vacina. Uma unidade de saúde foi destinada à vacinação que começou às oito horas da manhã e se estendeu até às 15 horas.

Em Pedrinhas a repescagem viabilizou a vacinação de cerca de 50 pessoas, sendo 20 imunizadas com a primeira dose e as demais com a segunda. A coordenadora municipal de Imunização, Luana da Conceição Costa, chamou a atenção para a resistência de pessoas em se vacinarem. “Alguns recusam por orientação religiosa e outros, por seguirem os negacionistas”, disse.

Simão Dias contabilizou 73 vacinados nesta repescagem de pessoas com 18 anos a mais, conforme informou a coordenadora de Imunização da cidade, Larissa Oliveira Santos, acrescentando que a vacinação foi encerrada às 13 horas.

Em Laranjeiras, a população respondeu bem ao chamado público. Foram vacinadas com a primeira dose 300 pessoas, incluindo adolescentes, e com a segunda dose, 161 cidadãos, conforme dados da coordenadora de Imunização local, Elidebora Benevides Freire Moura.