PT - Sergipe

Na manhã deste domingo, 27, o candidato a prefeito de Aracaju, Márcio Macêdo (PT), visitou o bairro Suíssa e a Ocupação Beatriz Nascimento.

Nos dois locais, o petista foi recebido pela população com grande entusiasmo e dialogou com os moradores sobre propostas para transformar a cidade.

Divulgação

Na primeira parada do dia, ao lado do candidato a vereador, Alberto Marcelino, e do ex-deputado estadual, Robson Viana, Márcio recebeu o apoio do povo que acredita no protejo do Partido dos Trabalhadores. “O carinho do povo me dá forças para lutar por Aracaju. Em todos os cantos, a saudade da gestão do PT segue viva. Vamos resgatar esse legado. Vamos espalhar a esperança pela cidade. A recepção tem sido muito boa, com muita empolgação da população que sabe que, com o PT, a cidade terá o desenvolvimento e atenção que precisa”, disse.

“Percorri as ruas de casa em casa, trazendo a mensagem de esperança e de mudança. Esperança da retomada do legado da gestão petista, que cuidou tão bem da nossa Aracaju. Mudança dessa mesmice que faz nossa capital regredir e sofrer. Vamos voltar a fazer o povo prioridade”, acrescentou.

Ocupação Beatriz Nascimento

Na Zona Norte, mais precisamente na Ocupação Beatriz Nascimento, Márcio participou de uma roda de conversa com os moradores. Em um bate-papo bastante aberto e receptivo, os ocupantes, compostos por 70 famílias que residem no local há 3 anos, mostraram as demandas da região e declararam apoio ao projeto por uma Aracaju de todos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acompanhado do candidato a vereador, Jefferson Lima, da liderança, Ramon do MSTS, e da yalorixá da Comunidade Ojuifá e do Movimento Negro, Sônia Oliveira, o futuro prefeito da capital participou de um caruru em homenagem aos ibejis que, no sincretismo religioso, é celebrado pelos santos católicos, Cosme e Damião. “A minha campanha é do povo e para o povo. A minha prioridade é cuidar das pessoas, é estar ao lado de quem mais precisa. Cadê a atuação da prefeitura nesse local? Não há! Com o PT, Aracaju voltará a ter prioridade na habitação. Essa é a base da minha luta, os movimentos sindicais, a garantia dos direitos do povo”, destacou.

“Na Ocupação Beatriz Nascimento, fui agraciado com um delicioso caruru e, também, recebi as boas energias para continuar a minha caminhada por uma Aracaju de todos nós. As 70 famílias que vivem há cerca de 3 anos aqui, abandonadas por Edvaldo, podem contar comigo. Serei prefeito para retomar o diálogo com o povo, para dar dignidade e oportunidades.”, concluiu.