AAN

A campanha de vacinação contra a covid-19, em Aracaju, iniciará nesta terça-feira, 19, no Hospital Municipal Fernando Franco, zona Sul da capital. A informação foi confirmada pelo prefeito Edvaldo Nogueira, durante coletiva de imprensa realizada pelo Governo do Estado, nesta segunda-feira, 18, para anúncio do Plano Estadual de Vacinação.  As doses do imunizante chegam à Sergipe na noite desta segunda, sendo distribuídas para os municípios, em seguida. Inicialmente, a capital sergipana receberá 22.338 doses, garantindo a vacinação de 11 mil aracajuanos. Nesta primeira fase, serão vacinados trabalhadores da saúde, que estão na linha de frente do enfrentamento à pandemia, e idosos que residem em asilos ou abrigos. 

Ana Lícia Menezes/PMA

Antes de dar início à campanha na capital, Edvaldo participará, ao lado do governador Belivaldo Chagas, da vacinação simbólica do primeiro sergipano, que ocorrerá no Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho. “Amanhã começamos a campanha de vacinação contra a covid-19 em Aracaju. As doses chegam hoje à noite, o Governo do Estado distribuirá e, a partir de amanhã, estaremos  trabalhando para vacinar aquelas pessoas  que, neste  primeiro momento, serão priorizadas. Serão 11 mil aracajuanos que receberão a vacina, sendo eles profissionais de saúde, que estão trabalhando diretamente na linha de frente do combate, e idosos que estão institucionalizados”, destacou o prefeito. 

O gestor informou também que os aracajuanos imunizados na primeira fase da campanha de vacinação da capital serão previamente listados, obedecendo os critérios de prioridade estabelecidos no plano municipal. “As equipes vacinais da Secretaria da Saúde vão se dirigir aos hospitais, urgências e unidades de saúde exclusivas para síndromes gripais, e farão as vacinações. Nós vamos até os profissionais que estarão nas listas preestabelecidas. Aqueles que não atenderem aos critérios ou que não estejam atuando na linha de frente do combate à covid não serão vacinados agora. Não vamos causar qualquer desperdício ou usar a vacina para qualquer outro fim que não sejam os estabelecidos em nosso plano”, reiterou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao detalhar o plano municipal, Edvaldo definiu, ainda, o início da vacinação como “um momento histórico”. “A vacina chegou e vamos trabalhar, cada vez mais, para que a nossa população seja imunizada. Esperamos que o Governo Federal, através de seus órgãos, possa liberar uma quantidade cada vez maior de doses para que também possamos ampliar a quantidade de pessoas vacinadas. Estou confiante e acredito que até o meio do ano, estaremos com 60% da nossa população vacinada. É isso que permitirá a volta concreta das atividades. Por enquanto, apesar de estarmos contentes com a chegada da vacina, não podemos negligenciar. Vamos usar máscaras, manter o distanciamento social, evitar aglomerações. Porque será a junção da vacina e de nossas atitudes que será capaz de derrotar esse vírus”, assegurou.

O governador Belivaldo Chagas também comemorou a chegada da vacina em território sergipano. “Precisávamos da vacina e ela está chegando hoje. Tínhamos a expectativa de receber um número muito maior de doses, algo em torno de 300 mil, mas isso não aconteceu. A quantidade enviada para o nosso estado é bem menor, mas já é um início e precisa ser comemorado, porque vamos contemplar 23 mil sergipanos. Conforme formos recebendo nossas remessas do imunizante, vamos ampliando a imunização”, frisou. 

Também participaram da coletiva as secretárias municipal e de Estado da Saúde, Waneska Barboza e Mércia Feitosa, respectivamente.