Rafael Almeida | Com informações da Câmara dos Deputados

Uma fato inusitado ocorreu às vésperas da posse dos deputados federais em Brasília. A deputada federal eleita por São Paulo, Tabata Amaral (PDT-SP), requisitou um apartamento funcional em Brasília para iniciar os trabalhos legislativos. Ao chegar no imóvel, teve uma surpresa, encontrou o filho do deputado Hildo Rocha (MDB-MA), do Maranhão.

Após conversa, o jovem teria se recusado a entregar a chave do imóvel. O deputado federal Hildo Rocha, afirmou à Folha de São Paulo que não havia tido tempo de tirar itens pessoais do apartamento e que fará isso ate o fim desta sexta, 1. A deputada Tabata, confirmou que outro imóvel será designado para ela.

Na redes sociais, internautas revoltados com a atitude do deputado Rocha, invadiram sua página oficial no Twitter e questionaram o parlamentar sobre a instalação ilegal do filho em um apartamento funcional.

Câmara divulga nota de esclarecimento sobre episódio do imóvel funcional

A Quarta-Secretaria da Câmara dos Deputados divulgou nota de esclarecimento sobre a situação do apartamento funcional que era ocupado pelo deputado Hildo Rocha (MDB-MA) e foi alvo de polêmica nesta quinta-feira. Conforme a nota, ainda não havia vencido o prazo para o deputado se mudar. Segue a íntegra da nota:

“A Quarta-Secretaria da Câmara dos Deputados vem esclarecer que o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) pediu anuência, concedida por esta Secretaria, para mudar-se do apartamento onde reside para outra unidade funcional. Encontra-se nesta data no processo de mudança de endereço, que envolve encaixotamento de pertences e utensílios e desmontagem de equipamentos para instalação no novo endereço, fazendo uso do prazo legal para a referida operação”.