NE Notícias

Carlos Moura / STF

A coligação encabeçada por Eduardo Amorim (PSDB), candidato a governador nas eleições de 2018, não se manifestou sobre a situação do deputado estadual reeleito Luciano Bispo (MDB) no prazo determinado pela presidente do TSE, Rosa Weber.

Como NE Notícias informou, o Ministério Público manteve o entendimento contrário à posse de Luciano para novo mandato.

A defesa de Luciano pediu à presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber, autorização para que ele assuma novo mandato no próximo dia 1º de fevereiro.

NE Notícias apurou que a decisão da presidente do TSE pode sair a qualquer momento.