Aracaju, 12 de Dezembro de 2018
Médico atende em barraca na beira da BR em Estância


Durante a manhã dessa quarta feira, 05, a equipe do nosso portal recebeu a denúncia de um morador da Avenida Fernandes em relação às condições de trabalho dos profissionais da área de saúde que atendem a região do Cachoeira, em Estância.

Segundo as informações repassadas, por falta de estrutura física e também de segurança, os profissionais não tiveram como mais desempenharem as suas atividades no “Posto de Saúde”, próximo à entrada do Povoado Pastinho. Conforme os relatos, o local está abandonado há anos e serve de ponto de encontro de usuários de drogas.

De acordo com uma moradora da localidade, o atendimento estava sendo feito em meio a fezes, muita sujeira, vestígios de drogas e preservativos e sob o olhar dos usuários de drogas que frequentam o local. “Às vezes o médico estava atendendo e eles ficavam batendo na porta”, destacou a munícipe.

Sem as condições mínimas de trabalho, na manhã de hoje a equipe se mudou para uma barraca de madeira e lona localizada às margens da BR 101, na Avenida Fernandes. O local onde está sendo feito o atendimento é uma espécie de bar e inclusive, ao lado onde estão os materiais como remédios e formulários, existe uma espécie de banheiro improvisado.

Em conversa com a nossa equipe, um funcionário da Secretaria de Saúde destacou que  a Secretaria está viabilizando o aluguel de uma residência e que nos próximos dias o caso estará resolvido.

A nossa equipe tentou fotografar o Posto de Saúde abandonado, mas por questões de segurança não foi possível fazer o registro fotográfico, pois o local estava tomado por usuários de drogas.

Bairro Bomfim

A comunidade do Bairro Bomfim é outra que  está com problemas em relação ao atendimento médico e diferente do “Cachoeira”, a comunidade bonfinse não teve a mesma sorte de ter um posto improvisado e diariamente a população tem que se locomover até o centro da cidade, arriscando a vida atravessando a BR 101 até que as providência sejam tomadas.

Conforme explicado pela assessoria do município, a Prefeitura também está viabilizando o aluguel de uma residência e passados mais de trinta dias após o fechamento total do posto médico, nenhuma providência nesse sentido  foi tomada.

 +  Veja a imagem

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados