Aracaju, 20 de Setembro de 2014
Servidores da SEED realizam protesto contra extinção dos cargos


Na próxima quinta-feira, os servidores da SEED realizarão uma manifestação em defesa da valorização dos servidores e contra o decreto estadual 29.592, que extingue mais de 200 funções públicas, entre as quais, os cargos de merendeira, vigilante e executor de serviços básicos.

A manifestação faz parte das atividades que o movimento "Acorda Servidor" têm realizado para discutir a situação da categoria, tendo em vista que o governo não abre nenhum diálogo com os servidores, paga menos que o salário mínimo, além de nunca ter apresentado em todos esses anos uma proposta de concurso público e de plano de carreira.

Para Johan Bezerra, vigilante da escola Djenal Queiroz, a situação é de humilhação e de falta de perspectivas caso o decreto não seja revogado. "O governo Jackson todos esses anos afirmou que estava negociando um plano de carreira com os servidores, entretanto, estava preparando na verdade era a extinção dos cargos e com isso não haverá mais concurso público, nem plano de carreira para os servidores, além de abrir caminho para a terceirização e a volta do trem da alegria no estado. É uma imoralidade no serviço público", afirma.

O primeiro Acorda Servidor aconteceu há três meses e discutiu a situação jurídica da categoria e a situação financeira do estado com a presença do SINDIFISCO. Dessa vez a mobilização vai cobrar um posicionamento dos deputados acerca do decreto. "Os deputados estaduais precisam se posicionar ao lado dos servidores. Não é possível que nos dias atuais a sociedade aceite o fim dos concursos para a educação básica. Ou o governo revoga esse decreto ou vamos procurar as medidas jurídicas cabíveis, inclusive através da OAB e Ministério Público", declara Nivia Santos, oficial administrativa da escola Glorita Portugal.

Os manifestantes pretendem entregar uma carta aos deputados cobrando um posicionamento, uma audiência pública para discutir o assunto e o estudo de medidas para revogação do decreto. O ato acontece a partir das 8h, com concentração em frente ao prédio da assembléia legislativa.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
digite o código abaixo e clique em comunicar
    
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados