Aracaju, 22 de Setembro de 2018
Vídeo fake: Eduardo diz que Belivaldo é punido pelo TRE porque mentiu


O candidato a governador, Belivaldo Chagas (PSD), de forma desonesta com os eleitores, veiculou um vídeo em seu programa eleitoral com um fake news para fazer ataques pessoais ao candidato a governador, Eduardo Amorim (PSDB), e sua esposa, a Desembargadora do Trabalho Vilma Amorim. “Não satisfeito em me atacar, Belivaldo agora inventa mentiras contra minha família. Mostra que está disposto a qualquer coisa para se manter no poder”, ressalta Eduardo.

Tentando enganar mais uma vez os sergipanos, o vídeo do programa de Belivaldo afirma que Vilma Amorim foi nomeada para exercer o cargo de desembargadora no Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região por conta de um acordo político de Eduardo com o presidente Temer. Além de mentir, Belivaldo desrespeitou a história de Vilma Amorim, uma mulher que sempre lutou por seus objetivos e os alcançou por meritocracia. “Me impressiona que ele, que tem uma mulher compondo a chapa como vice, compactue com essa mentira que tenta desqualificar o mérito da conquista profissional de uma mulher que lutou para alcançar seus objetivos. É uma demonstração total de desrespeito não só à minha esposa, mas a todas as mulheres”, destacou Eduardo Amorim.  

Importante lembrar que a nomeação teve o apoio de todos os procuradores do Trabalho lotados no Ministério Público do Trabalho em Sergipe, após a divulgação da abertura da vaga, em janeiro deste ano. Na oportunidade, os membros da Regional elaboraram uma moção de apoio à candidatura da procuradora. Foram três etapas até a escolha da nova desembargadora. Primeiro, houve a formação da lista sêxtupla, na qual membros do MPT de todo o país participaram, por meio de eleição direta, fase em que Vilma Amorim atingiu a maioria absoluta dos votos, obtendo 338 em seu favor, contra os 53 do segundo colocado.  “Se alguém ainda tem dúvida da capacidade de Vilma, basta conhecer sua história profissional”, afirmou o candidato do PSDB.

Diante das inverdades proferidas e por encontrar "elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo”, a Juíza Brigida Declerc Fink concedeu direito de resposta ao candidato Eduardo Amorim, dentro do programa eleitoral do candidato Belivaldo Chagas. A Justiça entendeu que as informação passada no vídeo "é totalmente incorreta e tem o condão de levar o eleitorado a um erro grosseiro, prejudicando drasticamente o candidato Eduardo Amorim”.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados