Aracaju, 19 de Setembro de 2018
Procuradora Raquel Dodge pede o arquivamento de investigação contra André Moura


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu o arquivamento de um processo derivado do "quadrilhão do MDB" que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). Para Raquel Dodge, não há indícios de que o íder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), e os deputados Aníbal Gomes (MDB-CE), Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) e de Altineu Côrtes (MDB-RJ) cometeram o crime de organização criminosa. O relator do caso é o ministro Edson Fachin.

Os quatro deputados eram investigados no inquérito original do "quadrilhão", mas não foram incluídos na denúncia, apresentada em setembro contra o presidente Michel Temer e outras seis pessoas. Por isso, foi aberto um outro procedimento, para decidir se a investigação contra os quatro deveria prosseguir.

Em maio, Raquel Dodge já havia defendido o arquivamento dos trechos que citam André Moura e Altineu Cortês. Fachin, então, pediu para ela se manifestar a respeito de Arnaldo Faria de Sá e Aníbal Gomes. Uma nova manifestação foi enviada na semana passada.

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados