Aracaju, 12 de Dezembro de 2018
Ministra do STF pede quebra de sigilo; Luciano Pimentel assegura que nunca comprou votos


O deputado estadual Luciano Pimentel, PSB, citado hoje numa nota do site do Estadão como um político que esteve ligado a supostas tratativas de compra de votos a eleitores no interior do estado em 2014, mandou nota ao jornal paulista na qual se nega qualquer prática sentido.

Segundo a nota do parlamentar, que foi acolhida e publicada pelo site do jornal, “em momento algum, durante a campanha eleitoral de 2014, na qual se elegeu, praticou compra de votos”. A nota dele disse ainda “que, além de não ter pessoalmente praticado, jamais autorizou a que alguém em seu nome o fizesse, por ser contrário a esta prática danosa à democracia”.

Segundo Luciano Pimentel, ele “não pode ser responsabilizado por qualquer tipo de afirmação feita em seu nome por terceiros em conversas telefônicas grampeadas”. O parlamentar disse na nota que “está à disposição da Justiça de Sergipe ou de qualquer outra Corte para esclarecer os fatos” em torno do assunto. 

O nome de Luciano Pimentel, segundo o site do Estadão, aparece gratuitamente no corpo de umas “interceptações telefônicas” sem que ele fosse investigado de nada. Nessas interceptações, “foram flagradas tratativas sobre suposta compra de voto nas eleições de 2014 em benefício do deputado federal André Moura (PSC/SE), do senador Eduardo Amorim (PSDB) e do deputado estadual Luciano Pimentel (PSB); Supremo autorizou abertura de inquérito”. 

As assessorias André Moura e Eduardo Amorim mandaram também notas. No que compete ao deputado Luciano Pimentel, além do que relatou na nota ao Estadão, disse ainda que não foi notificado de qualquer ação da Justiça de Sergipe. “E posso garantir que estou muito tranquilo com relação a esses fatos narrados, por saber como da forma limpa como fiz a minha campanha em 2014”, afirmou. 

“Mesmo porque, está nas minhas convicções de que voto não se compra. Voto só tem validade se você, enquanto candidato, convencer as pessoas de que é merecedor. Eu tive 26.158 votos, e estou certo de que foram todos frutos deste convencimento pessoal e, claro, de muitos amigos que trabalharam por nosso nome, por acreditarem na nossa pessoa”, diz Luciano Pimentel. 

Saiba mais
Manifeste
Comunicar erro
Utilize este espaço para comunicar erros encontrados
nas matérias publicadas pelo NE Notícias.


limite de caracteres:
Enviar




limite de caracteres:
Fale com o NE
Este é o seu contato direto com o NE. Preencha o
formulário e envie o seu recado.


digite o código abaixo e clique em enviar
    
NE no Facebook      NE no Facebook
NE no Twitter      NE no Twitter
Desenvolvimento: Goweb Tecnologia
Projeto Gráfico NE Notícias - Leia hoje as notícias de amanhã Todos os direitos reservados